GestãoTecnologia

Tecnologia em controle de obras: como se preparar para aplicar no dia a dia

By 28 de setembro de 2020No Comments

O uso da tecnologia em controle de obras é visto, por muitas empresas, como um processo complicado. Principalmente entre aquelas que não são muito adeptas da inovação, que ainda utilizam muito papel e planilhas de Excel. A digitalização e o investimento em tecnologia são processos necessários para evolução e melhoria contínua do negócio. 

Embora a necessidade de tornar a empresa mais inovadora seja urgente, é importante entender que não é necessário mudar tudo da noite para o dia. O investimento em tecnologia não precisa atender 100% da empresa desde o início, mas pode ser implementado aos poucos, começando por alguns setores, até que tudo esteja confortável para avançar. Até porque, nem sempre o retorno será imediato.  Neste artigo vamos mostrar o que você precisa fazer para começar a usar a tecnologia em controle de obras. Acompanhe!

Como a tecnologia em controle de obras vem sendo usada

Por um longo período, a construção civil foi considerada um setor tradicional e pouco digitalizado.  A necessidade de melhorar os processos, agilizar as tarefas, aumentar a eficiência construtiva, reduzir custos e crescer fez com que as empresas buscassem formas de modernizar seus negócios

Assim aconteceu com a construtora Hype, segundo a engenheira Luísa Crippa, que apesar de já estar há 11 anos no mercado, em 2017 sentiu uma necessidade de se reinventar em função de um desafio técnico com a entrada em um novo mercado e também de crescimento da empresa. “Nós fomos confrontados com desafios de processos, lideranças não prontas para gerenciar processos e entrega, e encontramos uma solução tecnológica que foi capaz de nos auxiliar, em conjunto também com uma soma de diferentes fatores, a praticar um melhor gerenciamento de produto e de obra”, afirma Luísa.

Este caso e centenas de outros mostram que a tecnologia passou a ser aplicada em diferentes áreas e processos da construção: desde o projeto do empreendimento até o acompanhamento de sua execução. Nesse sentido, muita inovação passou a ser adotada. Hoje, é possível ver o uso de recursos como drones, que sobrevoam o canteiro de obras capturando imagens, até recursos de realidade virtual para saber como será a decoração de determinado ambiente.

Muita coisa mudou, mas a inovação, para algumas empresas, ainda parece algo difícil de ser alcançado, pois, requer um alto investimento inicial e recursos que a maior parte das empresas nem sequer sabem que existem no Brasil. No entanto, queremos tranquilizar você: para além dos recursos super tecnológicos, há muita informação e conteúdo interessante que pode ser usado como inspiração e outras soluções mais acessíveis para serem aplicadas por empresas que querem começar pequeno.

Por onde começar a aplicar a tecnologia em controle de obras?

Recentemente, conversamos com o Roberto de Souza, fundador e CEO do CTE e idealizador do Enredes e RCD (Rede Construção Digital), em nosso programa de entrevistas “Talk Visionário”, sobre tecnologia e transformação digital. Na ocasião, Roberto listou algumas dicas para as empresas que querem começar a se transformar digitalmente, que foram: 

  • se atualizar e saber o que está acontecendo. O mundo está mudando e tem muita coisa acontecendo;
  • desenhar uma evolução gradativa, com um objetivo de onde se quer chegar;
  • entender que inovações e tecnologias o seu modelo de negócio permite;
  • buscar o que existe no mercado hoje e vai atender as necessidades do seu negócio;
  • começar a investir e aplicar essas soluções. 

“É importante entender que tecnologia em controle de obras é um investimento, mas que vai gerar um retorno depois, economizando recursos e cortando custos. Isso é fazer engenharia. Entender o que é possível fazer na minha empresa ou no meu projeto para evitar desperdícios, esse diagnóstico é muito importante”, completa o especialista.

Outro ponto que Roberto de Souza levantou durante a conversa foi a necessidade dos profissionais mudarem seu pensamento. Para ele, as empresas precisam “sair do pensamento de que ‘eu faço assim há 30 anos e assim vai continuar sendo’.” 

Ter um pensamento mais inovador e tecnológico é fundamental para as empresas que querem crescer. “Mude a cabeça, mude processos internos e da obra, olhe para fora e vá ao encontro disso. Se fizer 1% de mudança todos os dias na empresa, o resultado vai ser surpreendente. E mais do que isso, é importante transmitir isso para os colaboradores, criando uma cultura de inovação, mudança e melhoria constantes”.

Essas dicas são ótimos caminhos por onde você pode começar a pensar em como investir em tecnologia em controle de obras na sua empresa. Agora, confira por quais etapas você pode começar um processo de evolução do seu negócio, tornando-o mais tecnológico.

Faça um estudo de orçamento

Para muitas empresas o único recurso tecnológico é o Excel, por exemplo. No caso do orçamento feito em Excel, a empresa perde muito tempo construindo o levantamento e depois atualizando as informações. Sem falar que quando não são atualizadas com certa periodicidade, há risco de ocorrer um prejuízo considerável causado pela variação de mercado.

Isso pode ser resolvido de forma tecnológica, porém sem a necessidade de grandes investimentos com uma ferramenta de automação do orçamento. A solução vai oferecer ao usuário uma base de composições, permitir simular diferentes cenários e fazer a integração de dados entre setores. Assim, o processo se torna mais assertivo seguro e ágil.

Tenha um planejamento estratégico

Um planejamento de obras mal feito, ou que não é acompanhado e atualizado periodicamente, pode gerar desperdícios e impede que se otimize os resultados do empreendimento.. Começa com a centralização da tarefa em uma única pessoa que, geralmente está no escritório e não tem uma visão do todo. Esse profissional faz um planejamento que nem sempre é efetivo, pois outras áreas não são envolvidas. 

Parte desse problema acontece por causa do tempo perdido nessa atividade. São horas desenvolvendo o planejamento e quanto mais pessoas participarem, mais demorado será. Com uma solução de planejamento o tempo é reduzido consideravelmente. A ferramenta permite integrar outros profissionais, que conseguem analisar e sugerir melhorias ao processo. 

Cronograma atualizado em tempo real

Um dos maiores desafios para alcançar a eficiência no cronograma é a atualização. Esse documento precisa ser atualizado a todo o momento, pois diversas áreas dependem de suas informações para conduzir suas atividades.

Com o uso de cada vez mais tecnologia em controle de obras, o cronograma é atualizado em tempo real, de acordo com o avanço físico nas etapas da obra. Assim, os setores que dependem das informações não têm suas atividades prejudicadas por atrasos, por exemplo.

Controle de obras na palma da mão

O processo de controle de obras exige que um profissional tenha que se deslocar até o local para verificar o andamento do projeto. Em algumas empresas, um profissional fica responsável por vistar diversas obras que estão ativas para fazer essa avaliação.

Um aplicativo atrelado a uma plataforma de planejamento e cronograma da empresa tornaria essa atividade mais rápida e eficiente. O próprio engenheiro poderia atualizar as informações no aplicativo. Isso evitaria o deslocamento de um profissional até as obras. Além disso, o processo passaria a ser mais frequente, pois o engenheiro poderia fazer a atualização semanalmente. 

Por fim, antes de começar a adotar qualquer  tecnologia, investir em metodologias ágeis é um caminho para tornar a cultura interna mais inovadora. A adesão dos colaboradores na mudança de processos é fundamental para o sucesso de qualquer novo procedimento. 
O Lean Construction é uma filosofia que ajuda na redução de desperdícios e custos, o que pode ajudar a melhorar o uso dos recursos e o aproveitamento de qualquer solução nova.  Conheça melhor sobre essa metodologia e saiba como o Lean pode ser aplicado na construção civil.

lean construction

Leave a Reply